Archive for April, 2010

Não julgueis para não serdes julgados pelos neurônios-espelho

April 1, 2010

A seguinte conversa se passou no laboratórios em trabalhamos.

Nós (depois de ler uma notícia sobre neurociência): Escutem isso pessoal:

O cérebro do macaco tem uma classe especial de células, os neurônios-espelho, que disparam quando o animal vê ou ouve uma ação e quando a executa por conta própria. Este é um possível mecanismo que utilizamos para julgar as intenções dos outros a partir das ações.

Nós: Não é interessante, pessoal? Notem, se eu digo PAU e alguém acha que eu me referia ao órgão sexual masculino,  na verdade, a única coisa que se pode afirmar com certeza, é que a pessoa estaria se referindo ao órgão caso ela própria tivesse dito a palavra. Não obrigatoriamente é minha intenção. Fascinante, não?

Um amigo: Ah! Mas isso que tu tá falando é uma completa besteira.

Nós: Acho que tu não entendeu. A idéia é: se TU tivesse falado o que eu falei, seria besteira. ;D

Foi assim que a nossa ignorância finalmente, depois de 2000 anos de convívio com o ensinamento, nos permitiu entender

Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; soltai, e soltar-vos-ão, dai, e dar-se-vos-á. Colocar-vos-ão no regaço medida boa, cheia, recalcada e transbordante, porque, com a mesma medida com que medirdes, sereis medidos vós também. – Lucas 6, 37-38

O negrito foi feito por nós e, na nossa opinião, indica uma função implementada por neurônios-espelhos. Fascinante, não?

Advertisements