Deve-se mudar a maneira de provar um ser humano com três hemisférios cerebrais?

by

Recentemente, os seres humanos agregaram um novo hemisfério a seus cérebros. Com o advento da computação e o barateamento da tecnologia quase todo mundo tem um laptop e/ou um desktop em casa, no trabalho ou em uma Lan House próxima. Este fato trás consequências sobre o modo como devemos nos enxergar perante o mundo. O que era um grande feito há vinte anos atrás pode não significar muito hoje em dia. As cobranças são maiores e devemos acompanhá-las.

Hoje, 1 de abril, dia da mentira, recebi congratulações pelo meu suposto aniversário. Menti a data em que eu nasci por um bom tempo no Orkut e sem nenhuma surpresa, vi pela manhã recados de amigos de infância “lembrando” do dia em que completo mais um ano de vida. Meu motivo não foi, de forma alguma, incomodar as pessoas que confiaram no aviso ou testar quem realmente sabia da data verdadeira, mas apenas mostrar que de alguma forma, a mente das pessoas está mudando e se integrando com o computador. Lembro da minha mãe anotando em uma agenda as datas, ligando para amigos, lhes oferecendo algumas frases bonitas e uma música de Roberto Carlos que ela achasse combinar com a personalidade do aniversariante. Nos dias atuais pode-se simplesmente sortear uma frase nos sites de listas de citações, copiar o link de um gif animado e, externamente, obter o mesmo efeito, porém sem nenhum significado por trás.

O que eu realmente gostaria de chamar atenção, é para o fato de que assim como provas de amizade, todos os outros meios de se julgar uma pessoa devem mudar nesta era informatizada. O Homo Laptoptopus não precisa mais memorizar tantos detalhes, além disso, a velocidade com que ele obtêm informações, faz com que ele fique entediado por ter que fazer uma prova sem o Google para lembrar a da terceira equação de Maxwell ou o nome dos tipos de células da retina, coisas que estarão obviamente disponíveis em um problema da “vida real”. Logo, tais testes ultrapassados não necessitam mais ser repetidos e a preocupação deve ser como manipular de forma inteligente os novos meios de comunicação para obter um resultado que seja válido hoje em dia.

Uma vez apontado o problema, como um aluno de engenharia que se preze, proponha algumas soluções. Para as pessoas comuns, aconselho que se aumentem suas ambições e se projetem para um futuro de manipulação em massa de informação. Hoje em dia, ter uma vida mais ou menos não é grande coisa, uma vez que pode-se realizar grandes obras com pouco investimento em aparelhos eletrônicos. Todo médico, professor, dentista e prestadores de serviço em geral, com um pouco de esforço, podem se beneficiar com a extensão de seus trabalhos para o mundo virtual. Os amigos poderiam ao menos pensar em algo inteligente para dizer antes de entrar no perfil do aniversariante, mesmo que ele tivesse “errado” na hora de digitar a data de aniversário… Para o estado, se tornou mais fácil que nunca educar uma pessoa. Com um computador com acesso a internet poupa-se dinheiro com livros por no mínimo dois anos, fora as oportunidades de trabalho que os alunos teriam com o aparelho em mãos.

PS: Espero ver planos do governo para barateamento do preço de notebooks para estudantes, antes que eu programe um serviço web que envie automaticamente mensagens de felicidade para as pessoas na minha lista de aniversariantes do Orkut (será que recebi uma mensagem de algum programa destes?).

 

PPS: Obrigado a todos que me desejaram Feliz Aniversário, mas ainda não tenho 21.

Advertisements

7 Responses to “Deve-se mudar a maneira de provar um ser humano com três hemisférios cerebrais?”

  1. arthursantana Says:

    Acredito que, assim como a má ultilização de vírgulas em alguns pontos do seu post, a intenção por trás do seu experimento era a melhor possível: alertar as pessoas do seu grande envolvimento com coisas fúteis diante de uma ferramenta que as possibilita ter mais do que uma vida medíocre.
    Porém, não posso admirá-lo por tal feito já que, assim como me foi confessado ontem à noite, você acredita que eu o faria, e de previsibilidade já bastam os folhetins globais.
    Por mais que em alguns momentos seja incontrolável a vontade de divertir-se com a inferioridade alheia, tal ato não proporciona melhora alguma no alvo da gozação. Se uma garota se comporta de maneira questionável perante aos padrões estabelecidos pela sociedade, chamá-la de “sua putinha” não fará com que ela mude seu comportamento.
    Fazer com que seus amigos o felicitem em uma data que não corresponde ao dia em que você foi concebido, fará com que eles percebam o quanto dependente estão dessa ferramenta, e, assim como uma pessoa que ‘descobre’ ser fã do programa da Luciana Gimenez, não poderão fazer nada em relação a isso, já que por mais vergonhoso que a situação possa parecer, ela ainda os proporciona prazer.
    Seu post, além de não conseguir fazer com que as pessoas se preocupem mais com futilidades como a data de um aniversáio (assim como nossa mãe faz), também não fará com que ninguém otimize verdadeiramente o seu tempo no momento em que estiverem em frente ao PC e ainda os fará se sentirem mau por não conseguirem fazer isso.
    Obrigado, Éder. No seu aniversário fictício, você conseguiu deixar 21 pessoas um pouco mais tristes.
    “Podia ter meno um bolinho, hein!?”

  2. Enio Says:

    Valeu Ederzãoooo, aprendendo a manipular a memória das pessoas no mundo moderno, hehehehe. Veja que dessa forma a memória do Homo Laptoptopus se torna muito frágil e acredito que deve-se tomar cuidado com essa integração… veja o que você conseguiu…. imagina o que essa galera do mal que quer dominar o mundo pode fazer com isso? (conspirações…)
    Bom, pelo menos não deixei publica minha falha hehehehe… que apersar de estar desconfiando, por lembrar vagamente de ter perdido teu aniversário no ano passado, preferi confiar no orkut… (que decepção…)
    Abração!

  3. Polyelton Says:

    Como legítimo itegrante do grupo dos que foram “caçoados” ou até mesmo “pegos” em seu pequeno teste, devo dizer que foi surpreendente a maneira como a questão foi colocada acima. De fato, a integração das tecnologias digitais com as atividades diárias do ser humano tende a fazer das pessoas autômatos, sempre prontas a responder a situações de maneira “programada”. Isso se reflete diretamente na questão exposta: porque um indivíduo que o conhece desde sua infância supostamente daria crédito à informações contidas em uma página da Web facilmente manipulável não só pelo dono como por outros? Porque as pessoas, mesmo sabendo disso às vezes, recorrem a sites de busca para recolher informações sobre os mais variados assuntos, sendo que estas podem estar completamente erradas? Tal como eram as bibliotecas, as praças e as conversas entre amigos (onde muitas boas idéias surgiam às vezes), hoje são o Google, o Orkut e o Msn para muitos. Mas tudo muito automático: sua vida social começa quando você faz login no Windows. Não há dúvidas de que o Homo Laptoptopus é uma raça em ascensão e ela tende a tornar as pessoas, como dito, fáceis de educar, fáceis de manipular, fáceis de “programar”, nos tornando mediocremente iguais com o tempo. Resta saber até onde isso irá nos levar.

  4. edersantana Says:

    Arthur,

    As pessoas tiveram a exata reação que eu esperava, olha os comments no blog e no orkut… principalmente o de carlos eduardo (dudú)
    ainda mais previsível, foi a tua boa e velha contra-crítica social ^^
    fique atento que vou me preparar para a estratégia:
    “notar erros de português para reduzir um pouco a credibilidade, seguida de revide anti idéia principal”

    😉

  5. Enio Says:

    Eder, o Nostradamus do orkut, qual o proximo passo agora, dizer que dia primeiro era realmente teu aniversário e ai ver as pessoas confusas e mais tristes mandando mensagens pedindo para nao fazer mais isso, que nunca mais vao acreditar em ti e depois mandando parabens assim mesmo beijos e abraços… É isso mesmo cara, as pessoas reagem da forma mais previsivel possivel para garantir o contato e a interação social… é “necessário” agir dessa forma, é a reação que qualquer uma das pessoas que mandaram parabéns, e depois comentaram no blog esperariam para ficarem mais felizes e satisfeitos com os “amigos”, saca? Veja só, tu fostes imprevisivel… as pessoas ficaram tristes… faz mais uns tres testes desses e metade das pessoas adicionadas no teu orkut não vão mais querer falar contigo hehehehe. Outra coisa que pensei foi que a tristeza das pessoas não vem tanto da descoberta da dependência que têm do orkut, como as pessoas já aceitam isso elas ficam tristes simplesmente pela brincadeira, da mesma forma que se essa brincadeira fosse feita fora do orkut… Bom é o que eu acho… =)

    Valeu Eder

    PS:lembrando que num próximo teste, ou post do que quer que seja, todo mundo vai querer te impressionar com os comentários… vai ficar mais interessante….

  6. edersantana Says:

    Enio,

    Serinho que eu não queria mostrar o lado ruim da coisa. Só queria mostrar que existe!!! Eu não sei a data do aniversário dos meus amigos, mas não também não chateio com mensagens automáticas como quem cumpre uma obrigação…
    Eu posso viver sem internet e matlab, mas já que existem, por que não usar? Agora deve-se usar direito, não concordas? Já que não preciso de tábuas de logaritmos para cálculos e andar com uma biblioteca debaixo do braço para pesquisa, eu poderia ao menos produzir algo mais relevante…

    No fundo foi uma brincadeira divertida (por que eu sempre fico sorrindo sozinho?), que lembra de alguma forma um fato que merece alguma atenção, como um “tapa Zen na cara”…

    Obrigado por participar Eniozão

  7. arthursantana Says:

    Éder,
    se eu fosse seu amigo e essa fosse a exata reação que você esperasse de mim, sentiria-me ofendido.
    Ao meu ver, sua conclusão foi equivocada pelo fato de generalizar o comportamento de toda uma espécie baseado em miseras 21 pessoas!
    Não parece óbvio para você que olhar na agenda e comprar um presente é tão automático quanto enviar um recado/spam de felicitação no dia do seu aniversário pelo orkut?
    A nossa mãe se preocupava com a música que colocaria ao fundo da mensagem de feliz aniversário quando fosse ligar para o homenageado. Da mesma forma, tenho certeza que você recebeu um recado no orkut que levou vários minutos para ser elaborado por levar em profunda consideração o seu gosto. Caso não tenha recebido, é sinal de que as pessoas que realmente se importam com você ainda lembram do dia do seu aniversário.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: